Contos

VIAGEM NO TEMPO

“Dois corpos não ocupam o mesmo lugar no espaço ao mesmo tempo”, diz a física. Mas, pode o contrário ser verdadeiro? O mesmo corpo pode ocupar dois lugares diferentes simultaneamente? A física quântica diz que sim. Por mais que pareça confuso, uma coisa é simples: a mente pode ocupar dois, três ou mil lugares ao mesmo tempo, com certeza. Valéria, que não fazia parte…

Read More

Contos, Histórias reais

O COLETE AZUL DOS DIAS ÚTEIS

Uma rua pequena de uma cidade grande, em um bairro movimentado durante a semana, com muitas clínicas, muitos carros e poucas vagas em que se pode estacionar, seria apenas mais uma rua como muitas outras. Carros sobem, pois a mão é única, e rodam pela quadra, subindo novamente outras vezes. Pessoas atravessam sem olhar, impacientes buzinam para quem está procurando…

Read More

Contos

CORRA, LOLA. CORRA

Desceu as escadas correndo, quase pulando degraus, mãos em punho fechado – como fazem os lutadores de boxe quando levantam a guarda – tentando manter o equilíbrio. Conhecia bem aquele corredor estreito, cuja única fonte de luz vinha da porta ao final dele. Podia ouvir sua própria respiração curta e rápida, no mesmo ritmo que os joelhos ditavam ao se…

Read More

Contos, Crônicas, Histórias reais

A LEVEZA DE ARRUMAR O GUARDA ROUPAS E DAR RUMO AO QUE NÃO SERVE MAIS

Eu queria que ninguém abrisse a porta. Pelo menos era isso que eu pensava. A vergonha de ver ali exposto o que eu escondia de mim mesma. Uma bagunça disfarçada, organizada na superfície, mas com tanta coisa ocupando lugares que não são delas. Algumas escondidas lá no fundo, na última prateleira de cima, outras embaixo da última gaveta. Palavras que faziam…

Read More

Contos, Poemas

A LIBERDADE DE PERTENCER

Quando estamos juntos, principalmente se somos muitos ao mesmo tempo, eu fico cheia. Preenchida de uma alegria, da felicidade de pertencer aqui. Sua importância está nos risos fáceis, nas palavras de conforto, nos elogios, nos interesses em comum, nos laços de sangue, nos laços puramente de afinidade. O que importa é que pertencemos ao mesmo algo. Pode, este algo, existir…

Read More

Contos, Crônicas

MARIA, DUPLICADA

Às vezes Maria queria se duplicar, não para dar conta de tudo, nem porque o dia deveria ter mais horas. Não, não.. Ela queria fazer isso nos momentos de lazer. Queria ter aquela pessoa que só ela sabe ser. Aquela que, em todos os momentos, para a fatídica questão, a que se faz depois de analisar os prós e contras, cuja…

Read More